Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Software Libre Peru

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

Invalid feed format.

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

É aqui: Nokia diz que quer continuar vendendo Symbian no Brasil

25 de Fevereiro de 2011, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 453 vezes

Nós estamos falando um bocado do futuro da Nokia depois da parceria com a Microsoft  anunciada há duas semanas. Parece que todo mundo sabe que os melhores celulares da empresa daqui a alguns meses virão com o Windows Phone e que o Symbian está morrendo. Mas “todo mundo” é muita gente. E a verdade é que a enorme maioria dos consumidores nem sabe do que estamos discutindo. E a Nokia fica feliz com isso.

Hoje, em meio ao anúncio da transferência da sede latino-americano da empresa de Miami para São Paulo, o presidente da empresa no Brasil, Almir Narcizo, contou uma história para refletir o argumento pró-Symbian. (…)

De certo modo os finlandeses estão certos: temos que botar os pés no chão e ver que o grande público não se importa com a guerra de sistemas operacionais. Se o aparelho tirar foto, mandar SMS e checar de vez em quando o e-mail/redes sociais, tá bom demais para o consumidor padrão do Brasil, que paga em média de 75 a 85 dólares por celular. E os Nokia que fazem isso a um preço decente se dão bem no País – fora do público ultrageek, a marca ainda tem enorme simpatia. Então o discurso por enquanto faz sentido.

Mas ficar tanto tempo fora do mercado de alto nível, reforçar demais a aposta na base da pirâmide de consumidores, pode ser bonito e nobre no discurso, mas é arriscado. A lucratividade da empresa em cada aparelho vendido hoje é pequena e há uma pressão cada vez maior da concorrência chinesa nos aparelhos low-end e de outras marcas no mid-end, em especial a Samsung, que declarou há poucos dias que é a maior vendedora de celulares do Brasil (dado que a Nokia contesta).

A postura da empresa pode ser reconfortante para quem comprou um Symbian recentemente e para os varejistas (“continuem vendendo nossos Symbians, ninguém sabe do que se trata!”). Mas ontem o valor das ações da Nokia negociados na Bolsa de Helsinque atingiram o menor valor em 12 anos. A paciência dos acionistas – e a ignorância do consumidor médio – tem limite. É bom para todo mundo que o “longo prazo” de Savander seja o mais curto possível.(via gizmodo.com.br)


Fonte: http://br-linux.org/2011/e-aqui-nokia-diz-que-quer-continuar-vendendo-symbian-no-brasil/

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.