Segundo os dados da pesquisa StatCounter, que agrega cerca de 15 bilhões de pageviews por mês (dos quais 4 bilhões são dos EUA) coletados em cerca de 3 milhões de sites, desde dezembro a participação do Linux nos desktops de usuários da web foi ultrapassada pela dos iPads, no mercado norte-americano.

A situação atual é de uma vantagem considerável para o tablet proprietário: em abril o Linux aparece na pesquisa dos EUA com uma fatia de 0,71% do mercado, e o iPad com 1,17%: ou seja, a diferença entre os 2 por lá equivale a mais de 60% do tamanho da fatia do Linux.

Nos dados da pesquisa mundial, entretanto, o Linux (0,75%) ainda continua à frente do iPad (0,52%). Se considerarmos os dados do Brasil, a distância entre os 2 é ainda maior: Linux com 0,88% e iPad com meros 0,08% – o que ajudaria a justificar estratégias diferenciadas de conteúdo e serviços nas duas situações.

Vale destacar que os dados demonstrados acima não consideram os dispositivos de tela pequena (como os smartphones em geral, e o iPhone em particular). Uma curiosidade é que os tablets com Android também já aparecem na pesquisa, com uma participação de 0,01%, tanto nos EUA quanto no Brasil.

Na próxima semana produzirei análise mais detalhada sobre os dados acima, e seu contexto. (via mashable.com)