Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

Computerworld

Invalid feed format.

PC World

Invalid feed format.

IDG Now!

Invalid feed format.

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

No route to host - connect(2) for "drupal.usla.org.ar" port 80

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Colômbia

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Desenvolvedores do Expresso se reúnem no FISL 11 para discutir melhorias do sistema

28 de Julho de 2010, 21:00 , por Desconhecido - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 537 vezes


Foto: Pedro Vieira/Celepar

Integrantes da Comunidade Expresso participam de forma organizada do Fórum Internacional de Software Livre (Fisl 11) em Porto Alegre

A suíte de comunicação Expresso, desenvolvida de forma pioneira pela Companhia de Informática do Paraná (Celepar), ganha cada vez mais adeptos em todo o País. A evolução da ferramenta conta atualmente com a colaboração de quase uma centena de comunidades de usuários e desenvolvedores. Representantes delas se reuniram no Fórum Internacional de Software Livre (FISL 11), em Porto Alegre, na semana passada.

O Expresso reúne numa só ferramenta correio eletrônico, catálogo, agenda, gerenciador de fluxo de trabalho e mensageiro instantâneo. Desde 2003, é usada oficialmente pelo Governo do Paraná, que distribuiu mais de 131 mil contas a servidores públicos. O governo federal e vários estados brasileiros também usam o Expresso.

Um dos coordenadores do projeto é o analista Nilton Bührer, da Celepar. Ele explica que encontros como esse discutem melhorias, diretrizes e novas implementações no Expresso. Na Celepar, uma das novidades é a integração do sistema de telefonia IP ao Expresso. “A troca de experiências e as discussões do grupo de desenvolvedores tem proporcionado inúmeros avanços, que vão do leiaute à implementação de novas funcionalidades”, disse Bührer.

Além da Celepar, que hospeda e administra o Expresso, a ferramenta é mantida por empresas como Serviço Federal de Processamento de dados (Serpro), Itaipu Binacional, Empresa de Processamento de Dados da Bahia (Prodeb) e Dataprev.


Foto: Pedro Vieira/Celepar
Corinto Mefe, coordenador do portal Software Público Brasileiro, do Ministério do Planejamento, no estande da Celepar no Fisl 11.

COOPERAÇÃO — Diretores de empresas e órgãos parceiros visitaram o estande da Celepar no FISL 11 para ratificar compromissos de atuação conjunta. O coordenador do projeto Software Público Brasileiro, Corinto Meffe, do Ministério do Planejamento, destacou a importância da Celepar para a consolidação dos programs de código aberto no País e colocou à disposição da empresa as soluções hospedadas no portal.

Entre elas, estão aplicativos que visam auxiliar administrações municipais em várias áreas, e a a ferramenta Ases, que permite avaliar, simular e corrigir a acessibilidade de páginas, sítios e portais, voltada a desenvolvedores e editores de conteúdo.

O presidente do Serpro, Marcos Mazoni e o diretor de Operações do órgão, Nivaldo Cunha,lembraram que a Celepar tem uma identidade muito forte com o software livre. “O desempenho da empresa na implementação de grandes projetos, como o Paraná Digital e as soluções para o Detran, mostram que a política de software livre se mostrou viável no Estado”, afirmou Cunha. Ele e Mazoni são ex-diretores da Celepar.

O Serpro mantém parcerias com a Celepar em vários projetos, como no desenvolvimento do Expresso e na plataforma de desenvolvimento de sistemas Demoiselle.

O Fisl 11 encerra-se neste sábado (24), no Centro de Eventos da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

* fonte: Celepar


0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.