Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

Computerworld

Invalid feed format.

PC World

Invalid feed format.

IDG Now!

Invalid feed format.

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

No route to host - connect(2) for "drupal.usla.org.ar" port 80

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Colômbia

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Activiti: Alfresco anuncia Engine BPM com licença Apache 2

25 de Maio de 2010, 21:00 , por Desconhecido - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 1353 vezes

(…) O Activiti é um novo projeto open source com licença Apache 2 que oferece uma engine BPM leve, embarcável com suporte a BPMN 2.0. No mercado BPM, há muitas especificações que – discutivelmente – nunca ofereceram liderança em todos os problemas principais resolvidos por uma engine BPM ou de fluxo de trabalho. BPEL é frequentemente criticada por prover um modelo em tempo de execução muito limitado para processos mais complexos. Mais confusamente, BPMN 1.0 emergiu e especificou um conjunto muito rico de símbolos para descrever processos, mas não especificou uma semântica de execução, como o BPEL fez. Muitos vendedores queriam criar ferramentas BPMN que utilizassem BPEL, mas isso foi insustentável, já que o BPEL não podia descrever muitas coisas que podiam ser desenhadas em BPMN.

Muitas engines foram felizes em oferecer alternativas, incluindo o jBPM. O jBPM fornece uma sintaxe XML proprietária mais simples chamada jPDL que poderia ser escrita à mão e facilmente incorporada a aplicações.

O Activiti assume um compasso diferente, escolhendo ao invés de adotar BPMN 2.0, que especifica tanto a semântica de execução, quanto a descrição visual de um processo. Isso habilita um ambiente de qualidade, simples e round-trip friendly tanto para analistas de negócio quanto para engenheiros lidando com a representação em tempo de execução de um processo. Assim como jBPM (e, de fato, qualquer projeto bem planejado) o Activiti desacopla o modelo de processo da linguagem e assim é possível escrever outras linguagens de processo sobre o modelo. Diferentemente do jBPM, o Activiti não possui um formato proprietário, exigindo uma tradução confusa para utilizar BPMN 2.0: BPMN 2.0 é o formato nativo. (…) (via infoq.com)


Fonte: http://br-linux.org/2010/activiti-alfresco-anuncia-engine-bpm-com-licenca-apache-2/

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.