Gehe zum Inhalt
oder

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Mein Netzwerk

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tux Chile

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

getaddrinfo: Name or service not known

 Zurück zu FREE SOFTWAR...
Vollbild

A evolução do Ubuntu está assegurada?

Januar 26, 2011 0:00 , von Software Livre Brasil - 0no comments yet | Es folgt noch niemand diesem Artikel.
780 Mal angesehen:

O próximo Ubuntu, a versão 11.04, codinome Natty Narwhal – algo como elegante baleia do Ártico –, promete uma interface mais prática e fácil de usar.

Essa promessa está implícita nas afirmações de Mark Shuttleworth, o milionário sul-africano fundador da Canonical, empresa responsável pelo desenvolvimento do Ubuntu. Ele escreveu em seu blog:

Para avaliar se um software deve ser incluído na lista de aplicativos distribuídos com o sistema, as seguintes perguntas são válidas:

  • É software livre?

  • É o melhor aplicativo do gênero?

  • Integra-se às configurações e preferências do sistema?

  • Ele se integra a outros aplicativos?

  • É acessível a pessoas que não podem usar um mouse ou teclado,?

  • O visual segue o estilo do sistema?

Ubuntu

Uma das consequências dessa revisão de conceitos aplicada ao Ubuntu será a adoção de aplicações concebidas com a biblioteca Qt, agora sob a licença LGPL, provavelmente devido a seu alto grau de inovação. Mas isso não significa o abandono da biblioteca Gtk, que está por trás do ambiente gráfico Gnome, o padrão da distribuição. A ideia de Shuttleworth é manter um ecossistema maior para garantir a evolução do sistema.
Ele menciona ainda o projeto uTouch, feito em Qt, que adicionará ao sistema suporte a reconhecimento de gestos e a telas multitoque.

Se você tem o Ubuntu 10.10, faça o upgrade para o primeiro alfa pressionando as teclas Alt+F2 e digitando o comando update-manager –d. Vale mencionar que a distribuição deve incluir a suíte de produtividade LibreOffice 3.3, cuja versão final foi lançada hoje.

* fonte: Info


Tags zu diesem Artikel: libreoffice gtk odf ubuntu natty qt debian shuttleworth broffice gnome canonical

0no comments yet

Einen Kommentar schreiben

Die Felder sind zwingend erforderlich.

Wenn Sie ein registrierter Nutzer sind, dann können Sie sich anmelden und automatisch unter Ihrem Namen arbeiten.