Ir para o conteúdo
    <li class="asset_articles"><a href="/search/assets?asset=articles"><span class="icon-menu-articles"></span><strong>Artigos</strong></a></li> <li class="asset_people"><a href="/search/assets?asset=people"><span class="icon-menu-people"></span><strong>Pessoas</strong></a></li> <li class="asset_enterprises"><a href="/search/assets?asset=enterprises"><span class="icon-menu-enterprise"></span><strong>Empreendimentos</strong></a></li> <li class="asset_communities"><a href="/search/assets?asset=communities"><span class="icon-menu-community"></span><strong>Comunidades</strong></a></li> <li class="asset_events"><a href="/search/assets?asset=events"><span class="icon-event"></span><strong>Eventos</strong></a></li>
ou

Thin logo

 Voltar a FotoLivre - ...
Tela cheia Sugerir um artigo

FotoLivre: fotografias de um mega evento editadas em SL

1 de Março de 2016, 15:02 , por Lis Rodrigues - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 49 vezes
Licenciado sob CC (by-sa)

É bem verdade (e importante!) afirmar que o FotoLivre tem como uma de suas principais referências o Fórum Internacional Software Livre. Já trabalhando com fotografia, em 2010 nossa ~fundadora~ participou pela primeira vez do evento, como voluntária da equipe de cobertura colaborativa. Conhecendo o universo sempre em expansão de possibilidades com SL, começou a investigar formas de unir as duas pautas.

Desde então aconteceram incontáveis experimentos de junção das faces Foto + SL, variando em conteúdos e formatos: oficinas, ativação por lista de e-mail, participação ouvinte e proativa em eventos das áreas, registro de eventos de coletivos parceiros e mais. Os primeiros 4 anos de atividade ainda não estavam organizados oficialmente sob o nome FotoLivre.

Cinco edições depois, já organizado como projeto, participamos da preparação e orientação da equipe (média 6 pessoas) de fotografia que cobriu o FISL16: pela primeira vez no histórico do evento as imagens foram tratadas com Darktable. O fluxo de arquivos (raw) é grande, passa tranquilamente de mil cliques ao dia.

Coordenador da equipe, Cristiano Santana nos lembrou que no FISL7  ou 8 aconteceu a primeira tentativa de tratar as imagens do evento em SL, usando Gimp. Por ser um software para tratamento individual, foto a foto, o trabalho acabou sendo muito grande e a experiência não foi repetida.

Em 2015 testemunhamos que também foi necessário empenho individual de cada pessoa que iria usar [pela primeira vez, como a maioria] o Darktable, já que os softwares proprietários dominam o mercado da foto, criando certos hábitos nas rotinas de edição, nos comandos e lógicas das tarefas na estação de tratamento que, também por outros motivos, mantêm fotógraf@s e editores como clientela fiel de uma ou duas empresas.

Cristiano apontou que teve dificuldade também quando começou a usar o software proprietário, afinal é uma estranheza que vem de algo novo. Com o uso contínuo se pega o jeito. Para ele não cola essa história de “não dá”.

Não só dá como fica muito bom! As (muitas, algumas boas dezenas a mais do que no ano anterior…) imagens ficaram excelentes. Tire a prova, visitando a galeria de imagens do FISL16, que pode ser vista aqui.

Experiências como o FISL e outros eventos que já cobrimos usando SL na edição de imagens (aqui, aqui, aqui, aqui, aqui…) vem nos mostrando que ainda há muito a explorar e mobilizar na pauta foto + SL. Não só na etapa de tratamento, mas também na captura, na publicação e no licenciamento. O legal é que boas alternativas já existem, estão se popularizando e cativando mais usuári@s. É possível participar de comunidades e colaborar com a experiência de uso, por exemplo, sem a necessidade de conhecimentos sobre linguagens de programação ou processamentos mais complexos.

Em 2016 seguimos investivando e experimentando. Em algumas semanas completamos nosso primeiro ano de atuação. Já somos presença confirmada no FISL17. Novidades nas atividades de aprendizado coletivo estão a caminho. Tudo isso pode ser acompanhado por aqui ;)

Aqui vai um registro em vídeo sobre a Cobertura Colaborativa do #FISL16:

E aqui o [tradicional] vídeo de encerramento do evento, com um resumão do que aconteceu na edição:


0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.