Ir para o conteúdo
29 JUN / 02 JUL 2011
Centro de Eventos PUCRS - Porto Alegre - Brasil
Agende-se para o fisl13! De 25 a 28/07/2012
ou

<a href='/fisl12/patrocinadores'><span>Patrocinadores</span></a>

<a href='/fisl12/mostra-de-solucoes-e-negocios-livres'><span>Mostra de Negócios Livres</span></a>

Transmissão

Tvsl_horizontal

Nossa Rede!

 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Software Livre pode melhorar a educação

29 de Junho de 2011, 0:00 , por Desconhecido - 88 comentários | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1331 vezes
Traduções

Software Livre como Política Pública para Inclusão Digital foi o tema da palestra realizada por Wilkens Lenon da Silva de Andrade e Felipe Santos com o objetivo principal de conscientizar os participantes de que a internet deve ser utilizada como uma ferramenta sócio-digital que permita a inclusão e que auxilie na construção do conhecimento dos indivíduos..

Os palestrantes discutiram muito sobre a contruibuição que o software livre pode trazer à educação. Segundo Felipe Santos, coordenador financeiro da ASL, a tecnologia está extremamente acessível, pois torna-se cada vez mais barata. O governo, portanto, tem investido em equipamentos, porém não investe na estrutura das escolas para recebê-los. As escolas, muitas vezes, não sabem como utilizar os equipamentos que recebem, e o pior: não recebem treinamento adequado para isso. A tecnologia está disponível, mas falta a capacitação dos alunos e professores para o uso adequado.

Houve várias interações com o público durante a palestra, e em uma delas um espectador uruguaio, chamado Ismael, decidiu compartilhar a experiência de seu país: “No Uruguai, todas as crianças de primeiro grau tem laptop, mas não é suficiente. Tem que aprender a manusear. Há o mesmo problema que no Brasil: a falta de instrução”, garante.

O mediador da palestra e embaixador da ASL, Sady Jacques, comentou que o governo do Estado do Rio Grande do Sul está planejando agregar disciplinas de “Ciência da Computação”, a fim de trabalhar o raciocínio lógico dos alunos e, simultâneamente, começar a inclusão digital.

Como fechamento da palestra, Wilkens Lenon da Silva de Andrade frisou a importância da discussão sobre o software livre: “Discutir isso não é apenas debater a troca de Windows para Linux, é debater acesso ilimitado ao conhecimento. Isso pode causar uma grande transformação na sociedade”. Toda tecnologia possui intencionalidade e ideologia, não é apenas uma forma de prazer, como muitos leigos pensam. Além disso, quem trabalha com educação tem como premissa haver conhecimento livre. Por que não aliar as liberdades e tentar atenuar a exclusão?


88 comentários

Enviar um comentário
Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.