Daniel Domscheit-Berg, que rompeu com o WikiLeaks e decidiu iniciar seu próprio website para apoiar a divulgação de informações confidenciais, estará no fisl12. 

O especialista alemão em ciências da computação realizará duas palestras durante o 12º Fórum Internacional Software Livre: OpenLeaks and the future of blowing the whistle on the internet (OpenLeaks e o futuro da denúncia na internet), dia 1º de julho, às 14h  e Security in the field of digital whistleblowing (Segurança no campo da denúncia digital), dia 2 de julho, às 12h. Os encontros terão como foco principal o anonimato das denúncias realizadas através da internet, preservando assim a segurança das fontes de informação.

Daniel virou figura pública ao ser a “cara” do WikiLeaks,juntamente com Julian Asange, durantes 3 anos. Após divergências decidiu abandonar o projeto e atualmente sofre ameaças do antigo parceiro que promete processá-lo por sabotagem. Autor do livro Os bastidores do WikiLeaks, Domscheit-Berg, trouxe a público os problemas estruturais de uma das organizações mais polêmicas dos últimos anos.

O OpenLeaks foi criado para atuar com responsabilidade na divulgação de material recebido através de “vazamentos” via fontes que desejam permanecer anônimas no processo. Criado no ano de 2010, tem como objetivo utilizar a inteligência coletiva para dar suporte aos sites que promovem denúncias, tornando o vazamento mais amplo e, principalmente, diminuindo o risco para aqueles que buscam combater a corrupção.

A estrutura da organização conta com cerca de 12 funcionários de diversas origens, sendo representados publicamente pelo próprio Daniel e pelo historiador islandês, Hernert Snorrason.

O fisl12 ocorre de 29 de junho a 2 de julho, no Centro de Eventos da PUCRS, em Porto Alegre, RS, Brasil. Mais informações pelo site www.fisl.org.br.