Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Notícias da Comunidade Firefox Brasil

17 de Julho de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

Software Freedom Day 2010: Chamada de Trabalhos até 10/09

2 de Setembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

A Coordenação da edição 2010 do Sofwtare Freedom Day (FLISOL) em Curitiba/PR, juntamente com o Grupo de Usuários Debian do Paraná (GUD-BR-PR), convocam a comunidade para contribuir com sua programação. Estudantes de qualquer escola ou Universidade, professores e/ou profissionais podem enviar propostas de palestras
sobre Software Livre.

O Software Freedom Day (SFD) ou em português, Dia da Liberdade do Software  é uma celebração mundial do Software Livre e de Código Aberto (SL/CA). Nosso objetivo com essa festa é mostrar ao público em todo o mundo os benefícios de usar SL/CA de alta qualidade na educação, no governo, em casa, e nos negócios, ou seja, em todos os lugares! A organização sem fins lucrativos Software Freedom International  coordena o SFD em nível global, oferecendo apoio, brindes e um ponto de colaboração, mas times de voluntários em todo o mundo organizam os eventos SFD locais para atingir suas próprias comunidades.

- Informações Gerais:


O SFD receberá propostas nas seguintes áreas temáticas:

* Desenvolvimento: Desenvolvimento de aplicações, utilização de ferramentas/metodologias, linguagens e etc.;
* Sysadmin: Software Livre relacionado a Administração de Sistemas ou Redes;
* Desktop: Distribuições, aplicativos ou qualquer coisa relacionada a Desktop;
* Casos de uso: Casos ou Soluções utilizando Software Livre;
* Negócios: Modelos de negócios usando Software Livre;
* Ecossistema do Software Livre: Comunidade, Filosofia, Legislação e Cultura Livre.

As palestras terão duração de 30 ou 50 minutos (a definir de acordo com o número de propostas enviadas), contemplando o tempo necessário para o palestrante preparar sua apresentação, apresentar e responder às eventuais dúvidas que venham a surgir.

- Envio de propostas

O envio de propostas deve ser feito através do formulário:
*spreadsheets.google.com/viewform?hl=en&formkey=dFM1NkNUSlhBQlRoeUVVTDlaVUdYemc6MA#gid=0

A Coordenação aceitará o envio de propostas até o dia 10 de setembro e no dia 12 de setembro a programação do evento será divulgada.

- Seleção das propostas

Após o período de envio de propostas, todas que foram enviadasserão
avaliadas por uma comissão e serão classificadas seguindo os critérios
padrões do papers. O número de propostas classificadas depende única e
exclusivamente da quantidade de espaço disponível durante o evento.

O SFD Curitiba é um evento que *não* conta com recursos financeiros
externos. Sendo assim, solicitamos a compreensão para o fato de que a
aceitação de propostas de palestras não implica no custeio de viagens.

- Datas importantes

* Abertura do envio de propostas: 02 de setembro
* Encerramento do envio de propostas: 10 de setembro
* Divulgação da programação preliminar: 12 de setembro
* Realização do evento: 18 de setembro

- Mais informações

Em caso de dúvidas, acesse a página do evento para obter mais detalhes
sobre o FLISOL 2010 em Curitiba/PR:

* wiki.softwarefreedomday.org/2010/SouthAmerica/Brazil/Curitiba/GUD-BR-PR



Lan houses preparam ação coordenada para ensinar informática a idosos

1 de Setembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Iniciativa será articulada em vários estados e contará com a participação de 31 lan houses associadas ao CDI Lan.

Batismo Digital da 3ª Idade . Esse é o nome de uma ação organizada por 31 donos de lan houses, cujo início está marcado para o próximo sábado (04/9). O objetivo da iniciativa é ensinar idosos interessados no uso de computadores e internet.

Sem fins lucrativos, a projeto deverá ser executado durante quatro sábados seguidos, por quantos inscritos houver. As lan houses associadas ao CDI Lan – divisão do Comitê para Democratização da Informática que promove a inclusão digital via lan houses -  serão responsáveis por disponibilizar a tutoria ao público atendido. Ficará a cargo dos organizadores a escolha da metodologia de ensino.

"O Brasil é muito grande para se delimitar a metodologia. Em alguns Estados, pode ser mais comum o idoso ter o ensino médio completo, enquanto em outros não. Cada lan house conhece seu público", justifica o analista de projetos do CDI Lan, Rafael Pires, que supervisiona o evento.

A sugestão da entidade é que as lan houses utilizem o programa Oldnet, desenvolvido pela ONG Cidade Escola Aprendiz, do jornalista Gilberto Dimenstein, como material de base. O modelo consiste na promoção da inclusão digital a partir do encontro de gerações - jovens ensinam informática a idosos.

A organização do Batismo Digital da 3ª Idade está sendo feita de maneira colaborativa, em um fórum online. Os proprietários envolvidos discutem desde o desenvolvimento de um roteiro para as aulas, passando pela elaboração de uma ficha de inscrição padronizada, até a divulgação da iniciativa.

Todo o processo criativo e a coordenação da iniciativa estão sendo feitos por um número crescente de lan houses interessadas na promoção da inclusão digital para idosos. O CDI Lan se responsabiliza pelos meios e tecnologias que possibilitam o desenvolvimento da ação.

* fonte: IDGNow!



Locadora virtual: Amazon.com estuda oferecer pacotes mensais de filmes e programas de TV

1 de Setembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Pessoas ligadas ao negócio ouvidas pelo Wall Street Journal afirmaram que empresa já negocia com gigantes de mídia, como NBC, Universal e Viacom.

A Amazon.com prepara um novo serviço de assinatura que vai oferecer conteúdo de vídeo, como programas de TV e filmes, pela Internet a um custo mensal fixo, informou nesta terça-feira (31/8) o Wall Street Journal.

Segundo pessoas ouvidas pelo jornal, a Amazon.com busca um modelo de negócio baseado em conteúdo de catálogo, ou mais velho, que poderia ser visto por meio de um navegador web ou por aparelhos como tocadores de Blu-ray e consoles Xbox 360. O serviço poderá ser lançado antes do fim do ano.

Ao jornal, um porta-voz da Amazon.com declarou que “não especularia sobre o futuro”. As outras empresas que fariam parte das negociações – NBC, Universal, News Corp., Viacom e Time Warner – recusaram-se a comentar a notícia, informou o Wall Street Journal.

Atualmente a Amazon.com comercializa episódios isolados de programas de TV, que podem ser vistos nesses aparelhos por até 1,99 dólar cada. Além disso, ela vende e aluga cópias digitais de filmes.

* fonte: IDGNow!



Linuxcon Brasil 2010: Linus Torvalds, tietagem e o futuro do Software Livre

1 de Setembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

No primeiro dia da Linuxcon, uma coisa já ficou clara para todos os participantes: eventos precisam urgentemente ser mais organizados. Afinal, não é nada animador ficar meia hora na fila e descobrir só no final que não existe fila única, mas sim filas separadas por nome, e que eu, estando como imprensa, poderia ter pego outra fila. Óbvio, não havia ninguém para comunicar isso.

Alguns efeitos de Avatar foram feitos com Linux. Alguns trechos do roteiro foram escritos por uma ostra

Findo o desentendimento inicial, o evento começou com uma apresentação especial de Jim Zemlin, diretor executivo da Linux Foundation. Entre números e curiosidades sobre o estado atual do Linux, Jim ressaltou um fato importante: o PC comum está morrendo. Saem os gabinetes com teclado, mouse e monitor e entram os mais diversos dispositivos, como smartphones, tablets, netbooks, notebooks e até sistemas intra-veiculares. Ou seja, o acesso à informação se tornou muito mais importante que o sistema operacional. E a missão do Linux para usuários comuns é justamente ser capaz de prover esses diversos dispositivos com um sistema robusto, estável e, principalmente, livre.

Linus e Jim, respectivamente. "Tô nem aí, tô nem aí", cantava Linus

Logo depois, em uma exclusiva rápida com jornalistas, Linus Torvalds e Jim Zemlin responderam a diversas perguntas sobre o Software Livre e Linux em geral. Aqui cabe ressaltar o modo de pensar de Linus: a maioria das respostas dele normalmente começavam com “Eu não sei, sou só um engenheiro (de software)” ou “Eu não me importo, Jim sabe melhor disso do que eu”. Ou seja, Linus não se importa com rixas como Microsoft X Linux ou distro X distro, ou até mesmo números precisos de utilização. Ele é um programador, pragmático, e para ele só importa uma coisa: show me the code.

Além disso, chama atenção a clareza e simplicidade com que Linus pensa. Citar todas as frases dele seria quase impossível, mas algumas merecem destaque por mostrar a sua visão de negócios para o Linux e o Software Livre:

Você não precisa instalar (o Linux), existem live CDs que você pode usar para testar, se acostumar e se gostar da experiência, instalar.

Eu não quero que o Linux domine o mundo, quero que o Linux seja o melhor sistema operacional que existe.

Eu não me importo que as pessoas usem software pago dentro Linux. Quero que elas sejam livres para escolher.

É uma selva lá fora, e o mais rápido e mais forte vai vencer. E eu acho que Linux é o mais rápido e mais forte.

Logo depois, em uma coletiva para todos os presentes, Linus, Jim e Andrew Morton (mantenedor oficial do Kernel Linux) bateram um longo papo sobre Software Livre, desenvolvimento, suas expectativas para o futuro e o mercado brasileiro. Andrew Morton foi claro ao falar sobre seus reais motivos para trabalhar com Linux “Quero que na minha lápide esteja escrito ‘Ele foi útil’. E eu me sinto útil para o mundo todo ajudando a manter o Kernel Linux…“. A partir daí, tiveram início as palestras propriamente ditas.

Show do Restart? Não, Linus causando

Interessante também notar a tietagem em volta do criador do Linux: em vários momentos uma multidão de fãs cercava Linus Torvalds, pedindo fotos, autógrafos, conselhos espirituais e afins. Ao se fechar na sala de imprensa, era visível o cansaço de Linus, mas ainda assim ele tentava responder a todas as perguntas de quem estivesse por perto.

"E se você puxar o cabelo para trás, vai ficar mais profissional, mas aí a calvície fica mais evidente..."

Sobre o resto do evento, percebo que tanto imprensa quanto os usuários e desenvolvedores parecem ter estacionado em 2002. Todos ainda tem as mesmas dúvidas e as mesmas filosofias de uma época diferente, em que o ódio pela Microsoft era o que dava o tom da comunidade. Enquanto palestrantes ressaltavam o uso do Linux e a portabilidade com diversos sistemas operacionais, algumas perguntas e comentários ainda tentavam fomentar alguma rixa. “Não temos nada contra a Microsoft, nós reportamos alguns bugs do SMB para eles e eles de vez em quando também nos ajudam com o Samba“, disse Jeremy Allison, encerrando sua palestra sobre “como fazer um produto com SAMBA”.

É impossível acompanhar todas as palestras e discussões em um evento como esse, mas é interessante notar como o discurso mudou, amadureceu. Se antes todo evento de Linux tinha uma certa militância ou ênfase em apresentar o Linux para leigos, a Linuxcon mostrou que já é possível fazer um evento sobre Software Livre sem envolvê-lo em ideologias e mantendo um nível técnico avançado.

por  Paulo Graveheart

* fonte: TecnoBlog

A LinuxCon Brasil 2010 continua hoje, 01, veja a programação, clique aqui...



"Não estou interessado em fazer o Linux dominar o mundo", diz Linus Torvalds

1 de Setembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Em sua primeira visita ao Brasil, Linus Torvalds afirma que a plataforma foi criada para fazer as pessoas trabalharem juntas.

“A comunidade Linux não tem inimigos. Apesar de termos tirado uma fatia da participação de outras empresas, também contribuímos para o crescimento desse mesmo mercado”.  Essas foram as palavras de Linus Torvalds, o criador do Linux, durante coletiva de imprensa antes de participar painel de abertura da Linux Con Brasil 2010, que acontece em São Paulo entre os dias 31/8 e 01/9.

No entanto, logo depois, Torvald brincou, dizendo que existem alguns inimigos óbvios, como a Microsoft.

Quando questionado sobre pessoas que têm medo de migrar de sistemas "tradicionais", como Windows e Mac OS, para o Linux, Torvalds – que criou o SO em sua própria casa, como um hobby – pediu que tentem usar versões de teste para ver se funciona para elas. E disse entender esse receio. "O Linux é realmente fácil atualmente, mas não é o Windows. E muitas pessoas não gostam de mudar seus hábitos. Não se trata de o Linux ser difícil, mas sobre as pessoas que, às vezes, não querem aprender algo novo. E eu entendo isso. Eu não estou interessado em fazer o Linux dominar o mundo."

* fonte: IDG Now!

Além disso, durante a coletiva de imprensa e depois em um painel aberto para o público, Torvalds sempre procurou se colocar como um "ponto neutro", dizendo que não ligava para questões de mercados. "Nunca me preocupei com dinheiro. Apenas em me divertir na frente do computador. Eu faço Linux porque eu me divirto fazendo isso".



Brasil e França discutem projeto para levar fibra ótica a Macapá

1 de Setembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Um encontro de Cooperação Transfronteiriça Brasil-França, em Caiena, na Guiana Francesa, que acontece esta semana, debaterá as possibilidades de cooperação entre governo e empresas do Brasil e da França para viabilizar, num prazo menor do que o previsto atualmente, a interligação da cidade de Macapá via fibra ótica.

“Nós já contamos com um projeto que interligará Macapá a partir de Tucuruí (PA), mas trata-se de uma obra complexa, com previsão de conclusão até 2014, então estamos buscando alternativas mais ágeis, considerando a importância de oferecer uma comunicação eficaz e de menor custo à população do Amapá”, conta o assessor da Secretaria de Telecomunicações, Jovino Francisco Filho.

A reunião objetiva identificar alternativas capazes de acelerar o cronograma de conexão do estado do Amapá antes de 2014, colocando-o na malha do backbone nacional. Uma iniciativa semelhante, realizada por meio de parceria com a Venezuela, permitiu que Boa Vista fosse interligada via fibra ótica em agosto de 2009.

A mesma conexão está sendo ampliada até Manaus e deverá ser ativada ainda este ano. O acordo de cooperação transfronteiriça Brasil-França foi assinado em 1996, com o objetivo de promover a interação entre o Estado do Amapá e a Guiana Francesa e, dessa forma, contribuir para seu desenvolvimento comum em bases sustentáveis.

* fonte: Convergência Digital



Tags deste artigo: firefox