Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Notícias da Comunidade Firefox Brasil

17 de Julho de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

A cidade de Matinhos - PR sediou o Circuito CELEPAR de Software Livre

30 de Junho de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda


Foto: Luciana Trindade/Celepar

Matinhos, no litoral paranaense, sediou no último final de semana a sexta etapa do Circuito Celepar de Software Livre 2010, com a realização de uma série de palestras e oficinas sobre os programas de computador de código aberto.
A palestra de abertura - “O software livre no Governo do Paraná” - contou com a participação de autoridades e representantes das instituições parceiras: UFPr, Prefeitura Municipal e secretarias de Assuntos Estratégicos (SEAE) e Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Durante todo o sábado (19) aconteceram, palestras sobre a utilização de software livre no desenvolvimento de sistemas, solução multiterminal (Programa Paraná Digital), migração, segurança, infraestrutura, soluções em telecomunicações, gestão de ambiente Data Center, plataforma de desenvolvimento de sistemas (framework), além das oficinas sobre a suíte de escritório BrOffice, desenhos vetoriais em Inkscape e geração de portais dinâmicos XOOPS (eXtensible Objetcs Oriented Portal Systems).

Segundo o coordenador do projeto Software Livre na Celepar, Fabiano Mormul, o circuito é o principal evento promovido pela estatal paranaense para difundir os conhecimentos e as soluções da empresa sobre esse modelo de tecnologia. “O Paraná, através do Governo do Estado, avançou bastante no uso e desenvolvimento do software livre, com soluções em todas as áreas, graças ao compartilhamento do conhecimento e a disponibilidade da administração pública estadual em somar esforços com desenvolvedores de outras regiões do país e do exterior”.

Para o presidente da Celepar, Nizan Pereira, o software livre é um programa estratégico que já está incorporado à cultura da empresa graças ao empenho de seus técnicos. “Nossas parcerias com as universidades e prefeituras também refletem esse compromisso de compartilhar esses avanços”, destacou Nizan Pereira.

A próxima etapa será em Maringá nos dias 13 e 14 de agosto.

* fonte: CELEPAR



Plano estadual do Paraná de banda larga terá internet popular, a 1a. do Brasil

30 de Junho de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Orlando_pessutiAtendendo a uma solicitação do governador Orlando Pessuti de utilizar de forma mais intensiva e socialmente mais abrangente sua estrutura na área de telecomunicações, a Copel está se preparando para lançar um modelo inovador de inclusão digital. O anúncio da novidade foi feito nesta terça-feira (29) pelo presidente da Copel, Ronald Ravedutti, durante a reunião semanal da Escola de Governo.

O plano de inclusão digital paranaense pretende utilizar-se dos mais de 16 mil quilômetros de fibras óticas da Copel Telecomunicações, presentes em 220 municípios do Estado, para oferecer banda larga no atacado a provedores de acesso à internet.

Como contrapartida ao menor custo de conexão à rede mundial, os provedores locais se comprometerão a oferecer o serviço de internet de banda larga aos cidadãos de sua área de cobertura a preços a partir de R$ 15,00.

O Plano Estadual de Banda Larga também abre condição financeira às administrações municipais para implantarem as chamadas “cidades digitais”, que leva aos cidadãos a infraestrutura de serviços para acesso público a partir das novas tecnologias e redes telemáticas.

“A viabilização deste plano só é possível porque boa parte da infraestrutura de rede já existe por meio da Copel”, afirma Ravedutti. “No Brasil, não há outro Estado com condições tão favoráveis para a implantação de um programa de universalização do serviço de banda larga ao cidadão, a instituições e a empresas, o que certamente se constituirá num diferencial competitivo insuperável para o desenvolvimento do Paraná”.

Ronald_ravedutt_2O presidente da Copel, Ronald Ravedutti, também destaca a finalidade social desse projeto e a sua vinculação com os princípios da sustentabilidade que norteiam as ações da empresa. “Estamos possibilitando a inclusão digital de um contingente significativo de cidadãos paranaenses, que em razão das prioridades sociais defendidas pelo governador Pessuti e dos compromissos que uma empresa pública como a Copel deve ter, passarão a dispor de todos os recursos e informações existentes na rede mundial de computadores”.

REDE INTELIGENTE - Os benefícios da implantação de uma rede de banda larga conectando as residências do Paraná vão além da possibilidade de oferecer uma internet de baixo custo à população. Vários projetos de novas tecnologias atualmente pesquisados pela subsidiária de distribuição de energia da Copel preveem a utilização da infraestrutura de fibras óticas para implantar a chamada “rede inteligente de distribuição”, ou Smart Grid.

O Smart Grid consiste do controle e automação de várias etapas do fornecimento de energia, acelerando a recomposição do sistema elétrico em caso de interrupções acidentais, permitindo a medição à distância da energia consumida, a tarifação diferenciada ao longo do dia, a comercialização da energia gerada pelos próprios consumidores ao sistema elétrico e outra série de vantagens que se refletirão na qualidade e no custo da energia fornecida.

“A rede de fibras óticas da Copel nos permitirá implantar uma série de projetos de alta tecnologia no sistema elétrico estadual nos próximos anos, tornando realidade no Brasil um modelo de operação das redes de energia já presente em alguns países europeus”, afirma o diretor de Distribuição da Copel, Vlademir Santo Daleffe. “Trata-se de um sistema mais seguro e eficiente, extremamente confiável e que abre múltiplas possibilidades para a oferta de novos serviços e efetivo controle do consumo por quem utiliza a energia”.

Um ponto em comum entre os projetos inseridos no Smart Grid está na exigência de uma rede de comunicação de alta velocidade para troca de informações em tempo real entre os centros de controle da distribuição, os equipamentos da rede elétrica e os pontos de consumo. Assim, a implantação do Smart Grid também oferece os requisitos para a oferta de serviços de telecomunicações nos municípios em que for implementado.

Para avaliar a viabilidade das novas tecnologias de distribuição e seu comportamento na rede elétrica, a Copel está implantando um campo de provas em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba. O programa-piloto vai possibilitar o teste integrado de tecnologias pesquisadas tanto pela Copel quanto por seus fornecedores, simulando e avaliando o desempenho da rede inteligente de distribuição nas cidades. “Até o final de 2010, pelo menos uma dezena de projetos estará sendo testada no local”, informa o diretor de geração e transmissão de energia e de telecomunicações da Copel, Raul Munhoz Neto.



Mais sobre a declaração da FSF contra o ACTA

21 de Junho de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Coloquei mais um textículo no MegaNão sobre a declaração da Free Software Foundation contra o ACTA:

Que tal apoiar a FSF contra o ACTA?
http://meganao.wordpress.com/2010/06/21/que-tal-apoiar-a-fsf-contra-o-acta/

A intenção inicial era meramente listar links para facilitar a leitura ( ver Referências Bibliográficas).

Mas achei importante focalizar:

- as preocupações de Stallman quanto à WIPO (OMPI: Organização Mundial da Propriedade Intelectual)

- as próprias demandas da declaração da FSF

Acho absolutamente necessário ler os documentos originais com calma lá referenciados para decidir sobre a adesão pessoal

Mas pergunto de novo:

Que tal apoiar a FSF contra o ACTA?:)

Stopacta1



IBM se livra do MS Office?

17 de Junho de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

IBM Throws Out Microsoft Office Sep 12, 2009

360.000 IBM workers have been told to stop using Microsoft Office and switch to the Open Office-based software Symphony.

Quoting an inside source, the German economic newspaper, “Handelsblatt” reports that staff at IBM have been given ten days to change to Symphony, IBM’s in-house Lotus software. The use of Microsoft Office will in future require managerial approval. With immediate affect, the Open Document Format (ODF) will rule at IBM with the file ending .doc soon belonging to the past.

Lotus Symphony is an office software that incorporates huge chunks of customized Open Office without a databank module. The free software download provided by IBM is an attempt at luring customers away from Microsoft. IBM’s cooperation with Linux distributors like Red Hat, Canonical and Novell was designed to strengthen the software’s market chances.

IBM’s management have obviously decided to practice what they preach. 330.000 IBM workers already use Symphony, reports the newspaper. The motive for the migration appears not to be the saving of license fees, and according to an IBM press officer, the move is a clear statement in appreciation of open source standards (Britta Wuelfing)

Retirado de http://www.linux-magazine.com/Online/News/IBM-Throws-Out-Microsoft-Office



Software Livre, numa visão ilustrativa de tecnologia código aberto

17 de Junho de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

"Software livre" se refere à liberdade dos usuários executarem, copiarem, distribuírem, estudarem, modificarem e aperfeiçoarem o software. Mais precisamente, ele se refere a quatro tipos de liberdade, para os usuários do software:

  • A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito (liberdade no. 0) http://miud.in/6Ob
  • A liberdade de estudar como o programa funciona, e adaptá-lo para as suas necessidades (liberdade no. 1).  http://miud.in/6OB
  • A liberdade de redistribuir cópias de modo que você possa ajudar ao seu próximo (liberdade no. 2).  http://miud.in/6OF
  • A liberdade de aperfeiçoar o programa, e liberar os seus aperfeiçoamentos, de modo que toda a comunidade se beneficie (liberdade no. 3). http://miud.in/6OG

por Vitorio Furusho



Circuito CELEPAR de Software Livre na UFPR Litoral, 18 e 19 junho

14 de Junho de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Nos dias 18 e 19 de junho acontecerá na UFPR Litoral a etapa do Circuito Celepar de Software Livre promovido pela Companhia de Informática do Paraná.

Circuito_2010

O evento da Celepar é realizado em Matinhos em parceria com a UFPR Litoral e conta com apoio da prefeitura.


A abertura oficial do evento será no dia 18 (sexta-feira) na Sala do Conselho da UFPR Litoral às 19h com a palestra "O software livre no Governo do Paraná". As palestras e oficinas serão ministradas no dia 19 (sábado) durante todo o dia.

 

O evento faz parte da disseminação e compartilhamento dos programas de computador de código aberto e acontece há cinco anos consecutivos, com etapas em todas as regiões do Estado.

 

O software livre faz parte das políticas estratégicas do Governo do Estado que, entre outras atitudes tem disponibilizado os códigos fontes dos programas de titularidade dos órgãos estaduais para quem quiser fazer uso das ferramentas e aplicativos esenvolvidos com essa tecnologia. Além disso, o governo paranaense decretou que o ODF (Open Document Format) é o padrão preferencial para produção, armazenamento e distribuição de documentos.


O evento é aberto a estudantes, professores, profissionais e empresários do setor de informática, funcionários públicos e demais usuários.

 

No total, serão apresentadas 8 palestras:

- Datacenter Celepar: gestão em ambiente em SL;

- Desenvolvimento de sistemas em SL;

- Segurança em SL;

- Plataforma Pinhão para desenvolvimento de software;

- Infraestrutura em SL;

- Migração para SL (metodologia);

- Soluções em Telecomunicações Celepar;

- Multiterminais e rede Paraná Digital.

 

Também acontecerão 3 oficinas:

- BrOffice;

- XOOPS: Produtividade em geração de portais;

- Inkscape: desenhos vetoriais.

 

As inscrições poderão ser feitas gratuitamente nos sites

www.litoral.ufpr.br ou www.circuito.pr.gov.br

 

Veja a programação completa aqui: http://www.circuito.pr.gov.br/arquivos/File/programacao_06.pdf

 

Circuito CELEPAR de Software Livre na UFPR Litoral

Data: 18 e 19 de junho

Local: UFPR Litoral - Rua Jaguariaíva, 512 - Caiobá

Matinhos - PR

* fonte: Unidade de gestão de eventos e comunicação da UFPR Litoral

Fonte Correio do Litoral.Com



Movimento Software Livre Paraná e a Comunidade ODF participaram do manifesto pela ética na política

14 de Junho de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Dsc03717a

O movimento “O Paraná que Queremos” – encabeçado pela seção paranaense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PR) – convocou a população para ir às ruas para pedir a moralização política da Assembleia Legislativa do Paraná.

Oprqq001a
O Movimento Software Livre Paraná e a Comunidade ODF participaram do manifesto

A Gazeta do Povo acompanhou a mobilização que ocorreu em 13 cidades do Paraná nesta terça-feira (8) contra a corrupção na política e pediu a transparência no poder público. O movimento “O Paraná que Queremos” – encabeçado pela seção paranaense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PR) – convocou a população para sair às ruas e pedir a moralização política na Assembleia Legislativa do Paraná.

Dsc03716a

O ato público foi convocado em protesto contra a existência de diários secretos com nomeações de funcionários fantasmas na AL e que levaram o Ministério Público (MP), após investigações da RPCTV e Gazeta do Povo, a rastrear um desvio milionário de recursos que envolve diretores e deputados estaduais em um esquema que perdura há pelo menos 20 anos.

Oprqq000

Leia a matéria completa, aqui...



Celepar com a nova diretoria, continua forte em Software Livre, nesta sexta em Francisco Beltrão - PR

11 de Junho de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda



O Circuito Celepar reúne estudantes, professores, profissionais e empresários do setor de informática, funcionários públicos e demais usuários.
Começa nesta sexta-feira (11), em Francisco Beltrão, a quinta etapa do Circuito Celepar de Software Livre 2010 promovido pela Companhia de Informática do Paraná com o apoio das secretarias de Assuntos Estratégicos (SEAE) e Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI), Universidade Paranaense (Unipar) e Prefeitura Municipal. A abertura oficial do evento, na Sala da Vídeo I da Unipar, será às 19h com a palestra "O software livre no Governo do Paraná".

O evento faz parte do projeto de disseminação e compartilhamento dos programas de computador de código aberto e acontece há cinco anos consecutivos, com etapas em todas as regiões do Estado. O software livre faz parte das políticas estratégicas do Governo do Estado que, entre outras atitudes tem disponibilizado os códigos fontes dos programas de titularidade dos órgãos estaduais para quem quiser fazer uso das ferramentas e aplicativos desenvolvidos com essa tecnologia. Além disso, o governo paranaense decretou que o ODF (Open Document Format) é o padrão preferencial para produção, armazenamento e distribuição de documentos.

O Circuito é aberto a estudantes, professores, profissionais e empresários do setor de informática, funcionários públicos e demais usuários.

Serão apresentadas as seguintes palestras: Segurança em software livre; desenvolvimento de sistemas; soluções em telecomunicações (telefonia IP e redes convergentes); plataforma de desenvolvimento de sistemas Pinhão Paraná; Expresso: correio eletrônico, catálogo, agenda, gerenciador de tarefas e mensagens instantâneas; suíte de escritório BrOffice (metodologia de migração para software livre); criação e gerenciamento de pacotes da distribuição Debian do sistema operacional Linux e Datacanter Celepar: gestão em ambiente em software livre.

Também acontecerão três oficinas: uma sobre o XOOPS, produtividade em geração de portais;suíte de escritório BrOffice e desenhos vetoriais Inkscape. As inscrições podem ser feitas até minutos antes do início das palestras no sábado pela manhã.

Na próxima semana, o Circuito Celepar será em Matinhos, no campus litoral da Universidade Federal do Paraná (UFPr).

Serviço
Circuito Celepar de Software Livre 2010 – 5ª etapa
11e 12 de junho de 2010
Local: Universidade Paranaense - UNIPAR
Av. Júlio Assis Cavalheiro,2000
Francisco Beltrão - PR
* fonte: Celepar



Tags deste artigo: firefox