Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Notícias da Comunidade Firefox Brasil

17 de Julho de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

Governador eleito do Paraná, Beto Richa: Manter, ampliar e melhorar ainda mais. Fazer mais com menos

31 de Dezembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Betoricha01

Beto Richa afirmou agora na RPC: toda Secretaria reduzirá em 15% dos gastos. A afirmação é excelente e fortalecerá o uso do Software Livre em todas as Secretarias e empresas estaduais.

Beto Richa afirmou que cada Secretário terá que fazer mais e melhor com menos dinheiro.

Ele afirmou que agirá com rigor com os gastos públicos. Cada servidor terá que ser exemplo em termos ético.

Meta para combater a miséria no Paraná: serviços de saúde, emprego, serviço social

Trator solidário, Leite da Criança, Redução do ICMS e tudo que é bom, vou manter, ampliar e melhorar ainda mais e com o mesmo nome. Por que não o Software Livre também. Claro, o Beto Richa manterá, porque o Software Livre trouxe aos cofres públicos do Paraná mais de R$ 1.000.000,00 de economia, deixando de comprar Software Privativo. O Paraná é referência nacional e mundial na adoção do Software Livre.

“Agiremos com austeridade e rigor absoluto na aplicação dos recursos públicos, melhorando o gasto público, fazendo mais e melhor gastando menos”, afirmou Richa

“Vamos atuar de forma democrática e transparente, para fazer, junto com os paranaenses, um governo que marcará época no Paraná”, afirmou Richa.

Contrato de Gestão e corte no custeio, medidas do novo governo

"Uma das primeiras medidas administrativas que será adotada pelo governador Beto Richa será a determinação de um corte nas despesas de custeio administrativo do Estado. A meta inicial é reduzir em 15% os gastos, o que pode gerar uma economia de pelo menos R$ 480 milhões em um ano. As medidas não afetarão investimentos nem os serviços prestados em áreas essenciais, como saúde, educação e segurança pública.

O corte de custeio administrativo foi adotado na Prefeitura de Curitiba, durante a gestão Beto Richa, no período mais crítico da crise financeira internacional, em 2008 e 2009."

"A redução de gastos é uma das medidas previstas no Plano de 180 dias desenvolvido pela equipe de transição do futuro governo. "A base serão os Contratos de Gestão, que trazem compromissos do Plano de Governo em cada área, com metas objetivas que vão aumentar a eficiência do governo", afirma Luiz Eduardo Sebastiani"

Antes da cerimônia de diplomação, Richa afirmou que uma das primeiras medidas administrativas será a determinação de um corte nas despesas de custeio administrativo do Estado.

"Após as 10 horas de amanhã, tem início um novo ciclo político no Paraná. Após oito anos do governo Roberto Requião (PMDB), que se tornou o recordista de mandatos à frente do Executivo, o Estado passa às mãos de uma nova liderança. O ex-prefeito de Curitiba Beto Richa (PSDB) assume pela primeira vez o governo estadual. Com ele um novo grupo político, que tem o desafio de conseguir os mesmos índices de aprovação obtidos na administração da capital.

A solenidade de posse acontece amanhã, às 10 horas, na Assembleia Legislativa. Na sequência, o atual governador, Orlando Pessuti (PMDB), transmite o cargo ao novo mandatário no Palácio Iguaçu. Richa foi eleito em outubro com 3 milhões de votos dos paranaenses. Ainda no primeiro turno ele bateu o senador Osmar Dias (PDT), que concorria com o apoio do atual governo.

Richa assume com o discurso de modernizar a administração estadual, implantando uma gestão apoiada em padrões de eficiência. A primeira medida, conforme anunciado e reiterado, será um corte nas despesas do governo."

"Secretários precisam atingir metas para se manter no cargo

Na cerimônia de posse, também assumiu o novo secretariado, que terá de administrar nos mesmos moldes da iniciativa privada, onde precisam atingir metas para continuar à frente do cargo.

Os secretários assumem o compromisso de seguir uma serie de diretrizes que vamos determinar e o cumprimento de metas e objetivos predeterminados pela nossa administração. Agora é incrementar o choque de gestão que demos no primeiro mandato, que consiste em fazer mais e melhor gastando menos."

O Movimento Software Livre do Paraná está confiante no governador eleito, Beto Richa, principalmente na sua afirmação convicta "fazendo mais e melhor gastando menos". Para o Software Livre no Paraná, não poderia ter uma afirmação melhor que essa, "Manter, ampliar e melhorar ainda mais. Fazer mais com menos dinheiro."

Estamos confiante no Governador eleito do Paraná, que toma posse amanhã às 10 horas.

Viva o Software Livre no Governo do Paraná!

por Vitorio Furusho

* fontes:
http://www.rpctv.com.br
http://oglobo.globo.com
http://www.gazetadopovo.com.br
http://www.diariodoscampos.com.br
http://jornale.com.br
http://www.tribunadolitoral.com.br
http://www.blogdojohnny.com.br
http://www.bonde.com.br
http://softwarelivre.ceara.gov.br



GRUPO JOOMLA DO RS- ENCONTRO DE USUARIOS

29 de Dezembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda
29 de Dezembro de 2010, 0:00
EMCONTRO DE USUARIOS JOOMLA DO RS

Quando: 26 de Janeiro de 2011, a partir das 19h
Aonde: Café da Usina - 2º Andar da Usina do Gasômetro, em Av. Presidente João Goulart, 551, Centro. Porto Alegre).




GRUPO JOOMLA DO RS- ENCONTRO DE USUARIOS

29 de Dezembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda
29 de Dezembro de 2010, 0:00
EMCONTRO DE USUARIOS JOOMLA DO RS

Quando: 26 de Janeiro de 2011, a partir das 19h
Aonde: Café da Usina - 2º Andar da Usina do Gasômetro, em Av. Presidente João Goulart, 551, Centro. Porto Alegre).




GRUPO JOOMLA DO RS- ENCONTRO DE USUARIOS

29 de Dezembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda
29 de Dezembro de 2010, 0:00
EMCONTRO DE USUARIOS JOOMLA DO RS

Quando: 26 de Janeiro de 2011, a partir das 19h
Aonde: Café da Usina - 2º Andar da Usina do Gasômetro, em Av. Presidente João Goulart, 551, Centro. Porto Alegre).




GRUPO JOOMLA DO RS- ENCONTRO DE USUARIOS

29 de Dezembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda
29 de Dezembro de 2010, 0:00
EMCONTRO DE USUARIOS JOOMLA DO RS

Quando: 26 de Janeiro de 2011, a partir das 19h
Aonde: Café da Usina - 2º Andar da Usina do Gasômetro, em Av. Presidente João Goulart, 551, Centro. Porto Alegre).




As grandes novidades em OpenSource e Free Software

29 de Dezembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

As grandes novidades em OpenSource e Free Software.

Fique por dentro de tudo o que acontece no mundo OpenSource e Free Software acessando o The Furusho Daily, http://miud.in/l7h



Está no ar o novo beta do Firefox 4.0 b8 para testes

23 de Dezembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

http://www.baixaki.com.br/imagens/68232/111744.jpg

A Mozilla é, possivelmente, uma das empresas com melhor estratégia para beneficiar o usuário final do navegador alternativo mais utilizado atualmente. O Firefox tem conquistado uma legião de usuários e programadores justamente por oferecer segurança, velocidade e novos recursos.

De tempos em tempos a Mozilla lança versões do tipo “Developer Preview” (Prévia para o desenvolvedor). Essas versões ganham o nome de Minefield, pois são aplicativos que não possuem estabilidade perfeita, fator que as torna verdadeiros “campos de minas”.

O Minefield é um navegador bem interessante para desenvolvedores, pois traz os recursos da nova versão. Apesar de ele ainda não ser estável, os programadores podem utilizar as novidades da Mozilla para criar novos aplicativos e conteúdos para o navegador.

A mais recente versão do Mozilla Firefox Developer Preview chamou muita nossa atenção, pois traz algumas mudanças bem significativas, tanto visuais como em relação ao seu desempenho. Como nosso foco é sempre trazer os melhores conteúdos para o público interessado em tecnologia, resolvemos compartilhar esta versão com todos os usuários do Baixaki.

Atenção! Versão para testes

Este software NÃO DEVE substituir seu navegador padrão e recomendamos que você NÃO ACESSE contas de email ou de banco usando este software. Apesar de não ocasionar erros, o Minefield não é recomendado para uso diário, porque ainda existem algumas brechas e falhas no código do programa.

Visual renovado

Se você acompanha o Baixaki constantemente, deve ter visto o artigo sobre o Firefox 4. Caso você não tenha lido, talvez se surpreenda com algumas alterações que a Mozilla está planejando. Uma das grandes novidades é a possibilidade de usar as abas no topo. Obviamente, o recurso não vem ativado por padrão, por isso você deve efetuar os seguintes passos para visualizar as abas na nova posição:

1) Clique no menu “View” (Visualizar);

2) Acesse a opção “Toolbars” (Barras de Ferramentas);

3) Marque a opção “Tabs on Top” (Abas no Topo).

Abas no   topo

Além dessa novidade, a Mozilla incluiu o novo menu na mais recente versão do Minefield. Vale salientar que este recurso também não é ativado por padrão e não há uma opção específica para habitá-lo, todavia, há um pequeno truque que possibilita o uso do menu “Minefield” (nome temporário que será alterado na versão final do navegador).

Retirar   a Menu Bar

Centralizado em um botão

Se o visual do navegador promete uma interface mais limpa e despoluída, isso pode ser percebido na centralização de muitas funções no botão “Minefield”, que depois do lançamento oficial deverá se chamar Firefox.

Caso isso não agrade ao usuário, acessando a opção “Customize” e clicando em “Menu bars” você ativa os menus na parte superior da tela, como sempre foi utilizado no browser da Mozilla.

Visualização de complementos

Antes alguns usuários – principalmente novatos no Firefox – tinham problemas em gerenciar os complementos e, muitas vezes, acabavam não tirando o máximo possível da função pelo fato de simplesmente não conseguirem.

Firefox 4.0b2 pre

Nesta nova versão os complementos são expostos em uma aba separada, chamada de “Add-ons Manager”, e não numa janela popup como antigamente. O menu lateral do gerenciador facilita muito o acesso a quaisquer complementos, demonstrados separadamente e com informações a seu respeito.

Mais leveza e velocidade na navegação

Um dos problemas antigos e brutalmente atacados pelos seus críticos sempre foi o consumo de memória do Firefox. Nesta nova versão, ele caiu dos 200 MB de RAM, habituais no uso do Firefox 3.6, para em média 175 MB, mesmo com algumas oscilações.

Firefox 4.0b2 pre

Como um dos pontos-chave mais importantes para os navegadores, a velocidade de navegação também mudou, e ficou mais rápida. Isso se deve principalmente à utilização do Direct2D, um recurso que acelera o processo de carregamento quando existem imagens e diversos elementos na página. Esta ferramenta não significa um “peso” a mais para o navegador, pois funciona perfeitamente em quaisquer máquinas, até mesmo em computadores com configurações mínimas.

Vídeos com o novo codec WebM

Há algumas semanas o Baixaki anunciou a chegada do novo K-Lite Codec Pack, o qual trazia suporte para o codec WebM. Todavia, até então os conteúdos que o usavam estavam escassos e usuários comuns não podiam visualizar vídeos na internet com o WebM.

Com a versão atual do Mozilla Firefox Developer Preview já é possível conferir vídeos no YouTube utilizando o WebM em conjunto com o HTML5. O navegador já vem com o codec habilitado, sendo que o usuário precisa realizar algumas etapas no próprio YouTube para acessar vídeos com o novo codec. Confira:

1) Acesse o YouTube;

2) Realize sua busca. Preferencialmente busque por conteúdos internacionais (o termo “trailers” resulta em diversos vídeos compatíveis), pois não há muitos vídeos convertidos para HTML5;

3) No campo de endereços acrescente o seguinte ao final da URL: “&webm=1”

4) Clique no vídeo desejado;

5) O vídeo deve aparecer como na imagem abaixo, com o logo “HTML5 + WEBM” na parte inferior da player de vídeo.

Vídeo em   reprodução com HTML5 e WebM

Análise completa

Os recursos acima são apenas alguns dos tantos elementos surpresa que a Mozilla pretende inserir na versão 4 final do Firefox. Se quiser saber maiores informações, leia o artigo Firefox 4: primeiras impressões e fique ligado no Baixaki para conhecer mais sobre as novidades acessíveis na mais recente versão do Mozilla Firefox Developer Preview.

Faça download aqui

* fonte: Baixaki



Está no ar o novo beta do Firefox 4.0 b8 para testes

23 de Dezembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

http://www.baixaki.com.br/imagens/68232/111744.jpg

A Mozilla é, possivelmente, uma das empresas com melhor estratégia para beneficiar o usuário final do navegador alternativo mais utilizado atualmente. O Firefox tem conquistado uma legião de usuários e programadores justamente por oferecer segurança, velocidade e novos recursos.

De tempos em tempos a Mozilla lança versões do tipo “Developer Preview” (Prévia para o desenvolvedor). Essas versões ganham o nome de Minefield, pois são aplicativos que não possuem estabilidade perfeita, fator que as torna verdadeiros “campos de minas”.

O Minefield é um navegador bem interessante para desenvolvedores, pois traz os recursos da nova versão. Apesar de ele ainda não ser estável, os programadores podem utilizar as novidades da Mozilla para criar novos aplicativos e conteúdos para o navegador.

A mais recente versão do Mozilla Firefox Developer Preview chamou muita nossa atenção, pois traz algumas mudanças bem significativas, tanto visuais como em relação ao seu desempenho. Como nosso foco é sempre trazer os melhores conteúdos para o público interessado em tecnologia, resolvemos compartilhar esta versão com todos os usuários do Baixaki.

Atenção! Versão para testes

Este software NÃO DEVE substituir seu navegador padrão e recomendamos que você NÃO ACESSE contas de email ou de banco usando este software. Apesar de não ocasionar erros, o Minefield não é recomendado para uso diário, porque ainda existem algumas brechas e falhas no código do programa.

Visual renovado

Se você acompanha o Baixaki constantemente, deve ter visto o artigo sobre o Firefox 4. Caso você não tenha lido, talvez se surpreenda com algumas alterações que a Mozilla está planejando. Uma das grandes novidades é a possibilidade de usar as abas no topo. Obviamente, o recurso não vem ativado por padrão, por isso você deve efetuar os seguintes passos para visualizar as abas na nova posição:

1) Clique no menu “View” (Visualizar);

2) Acesse a opção “Toolbars” (Barras de Ferramentas);

3) Marque a opção “Tabs on Top” (Abas no Topo).

Abas no   topo

Além dessa novidade, a Mozilla incluiu o novo menu na mais recente versão do Minefield. Vale salientar que este recurso também não é ativado por padrão e não há uma opção específica para habitá-lo, todavia, há um pequeno truque que possibilita o uso do menu “Minefield” (nome temporário que será alterado na versão final do navegador).

Retirar   a Menu Bar

Centralizado em um botão

Se o visual do navegador promete uma interface mais limpa e despoluída, isso pode ser percebido na centralização de muitas funções no botão “Minefield”, que depois do lançamento oficial deverá se chamar Firefox.

Caso isso não agrade ao usuário, acessando a opção “Customize” e clicando em “Menu bars” você ativa os menus na parte superior da tela, como sempre foi utilizado no browser da Mozilla.

Visualização de complementos

Antes alguns usuários – principalmente novatos no Firefox – tinham problemas em gerenciar os complementos e, muitas vezes, acabavam não tirando o máximo possível da função pelo fato de simplesmente não conseguirem.

Firefox 4.0b2 pre

Nesta nova versão os complementos são expostos em uma aba separada, chamada de “Add-ons Manager”, e não numa janela popup como antigamente. O menu lateral do gerenciador facilita muito o acesso a quaisquer complementos, demonstrados separadamente e com informações a seu respeito.

Mais leveza e velocidade na navegação

Um dos problemas antigos e brutalmente atacados pelos seus críticos sempre foi o consumo de memória do Firefox. Nesta nova versão, ele caiu dos 200 MB de RAM, habituais no uso do Firefox 3.6, para em média 175 MB, mesmo com algumas oscilações.

Firefox 4.0b2 pre

Como um dos pontos-chave mais importantes para os navegadores, a velocidade de navegação também mudou, e ficou mais rápida. Isso se deve principalmente à utilização do Direct2D, um recurso que acelera o processo de carregamento quando existem imagens e diversos elementos na página. Esta ferramenta não significa um “peso” a mais para o navegador, pois funciona perfeitamente em quaisquer máquinas, até mesmo em computadores com configurações mínimas.

Vídeos com o novo codec WebM

Há algumas semanas o Baixaki anunciou a chegada do novo K-Lite Codec Pack, o qual trazia suporte para o codec WebM. Todavia, até então os conteúdos que o usavam estavam escassos e usuários comuns não podiam visualizar vídeos na internet com o WebM.

Com a versão atual do Mozilla Firefox Developer Preview já é possível conferir vídeos no YouTube utilizando o WebM em conjunto com o HTML5. O navegador já vem com o codec habilitado, sendo que o usuário precisa realizar algumas etapas no próprio YouTube para acessar vídeos com o novo codec. Confira:

1) Acesse o YouTube;

2) Realize sua busca. Preferencialmente busque por conteúdos internacionais (o termo “trailers” resulta em diversos vídeos compatíveis), pois não há muitos vídeos convertidos para HTML5;

3) No campo de endereços acrescente o seguinte ao final da URL: “&webm=1”

4) Clique no vídeo desejado;

5) O vídeo deve aparecer como na imagem abaixo, com o logo “HTML5 + WEBM” na parte inferior da player de vídeo.

Vídeo em   reprodução com HTML5 e WebM

Análise completa

Os recursos acima são apenas alguns dos tantos elementos surpresa que a Mozilla pretende inserir na versão 4 final do Firefox. Se quiser saber maiores informações, leia o artigo Firefox 4: primeiras impressões e fique ligado no Baixaki para conhecer mais sobre as novidades acessíveis na mais recente versão do Mozilla Firefox Developer Preview.

Faça download aqui

* fonte: Baixaki



Comunidade Virtual Livre discute evolução da OpenJDK

22 de Dezembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

A Comunidade Máquina Virtual Livre, localizada no grupo de interesse 4CTecBr-Tecnologias Livres será uma comunidade dedicada a discutir, em português, o uso, testes e a evolução da OpenJDK - a Máquina Virtual Java Livre e Aberta. A iniciativa conta com apoio da comunidade brasileira do OpenJDK.

Em Julho, durante o 11º Fórum Internacional de Software Livre, acontecido em Porto Alegre, Serpro, Caixa, Dataprev, MCT/SEPIN, MP/SLTI e representante da comunidade, assinaram solidariamente o documento “O governo brasileiro e a máquina virtual Java livre e aberta” onde demonstram sua preocupação quanto ao futuro da máquina virtual Java livre – OpenJDK, principalmente depois do processo judicial envolvendo as empresas Oracle e Google, por quebra de patentes do uso da máquina virtual Java.

Reconhecendo a importância da Máquina Virtual Java Livre tanto para o Governo quanto para a sociedade em geral, os signatários firmaram o compromisso de disponibilização de recursos para essa causa. O primeiro passo já foi dado: a criação e disponibilização para toda a comunidade de um espaço destinado a discussões acerca do OpenJDK. Como próximo passo serão realizados testes em suas aplicações com base no OpenJDK, reportando os resultados no grupo.

A intenção desta comunidade é servir de ponto central para coletar os resultados dos testes realizados pelo governo e pela sociedade. A partir daí a coordenação realizará um trabalho onde agrupará os principais erros, bibliotecas não incorporadas e de alta relevância, entre outros.

Para ingressar a Comunidade acesse com seu usuário e senha pelo endereço:
http://www.softwarepublico.gov.br/4ctecbr/maquinavirtuallivre/register/

Para quem não está cadastrado no Portal SPB e deseja se tornar membro desta comunidade, primeiramente deve realizar o registro através do endereço:
http://www.softwarepublico.gov.br/4ctecbr/register/user-new

=> Para assistir aos vídeos do evento realizado em Porto Alegre – FISL 11 acesse:

Máquina Virtual Livre – Parte 1 http://www.youtube.com/watch?v=_jo1Od1CHZI

Máquina Virtual Livre – Parte 2 http://www.youtube.com/watch?v=AZrIPmsO4R4

fonte: http://www.softwarepublico.gov.br



A The Document Foundation junta-se à Open Invention Network (Rede de Invenções Abertas)

22 de Dezembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

A TDF (The Document Foundation) juntou-se à OIN (Open Invention Network), para ampliar ainda mais os ecossistemas de software livre. Tornando-se um licenciado, A TDF - desenvolvedora do LibreOffice, um software livre de produtividade para escritórios, tanto individual como empresarial - juntou-se à crescente lista de organizações que reconhecem a importância de participar da Open Invention Network, de forma a proteger esse ecossistema de software livre dos riscos associados às patentes de software.


"A TDF é um dos grandes projetos de software livre, e o LibreOffice um dos softwares chaves na criação, administração e compartilhamento de documentos. Ao tornar-se uma licenciada da Open Invention Network, lutamos contra as patentes de software - que reprimem a inovação e incentivam práticas comerciais predatórias - e, ao mesmo tempo, melhoramos as proteções em nossos projetos de software,"  disse Charles Schulz, membro do Comitê Gestor da TDF.

As patentes pertencentes à Open Invention Network são livres de royalties para qualquer empresa, instituição ou indivíduo que concorde não reivindicar suas patentes contra o software livre. Através dessa rede de desenvolvedores, distribuidores, vendedores, revendedores e usuários que licencia seu leque de patentes, a Open Invention Network cria um ecossistema de suporte blindado para assegurar o crescimento e a adoção do software livre e de código aberto. Isso possibilita que os licenciados pela OIN, como a TDF, façam investimentos significativos, ajudando a impulsionar o crescimento econômico.

A OIN acumulou um grande portfólio de patentes, incluindo patentes detidas por instituições de renome. As patentes estão disponíveis para todos os licenciados, como parte desse portfólio de patentes que a OIN está criando, em suporte ao software livre. O acordo de licenciamento está disponível em :

http://www.openinventionnetwork.com/pat_licence_agreement.php.

A página da TDF está em http://www.documentfoundation.org.

A TDF tem como missão facilitar a evolução da Comunidade do OOo para uma nova organização de cunho aberto, independente e meritocrático, nos próximos meses. Uma Fundação independente atende melhor aos valores dos contribuidores, usuários e apoiadores, e possibilitará uma Comunidade mais efetiva, eficiente, transparente e inclusiva. A TDF protegerá os investimentos já feitos com base nas realizações da primeira década, incentivará muito a participação na Comunidade, e coordenará essas atividades.

fonte: http://ur1.ca/2mnnz

* fonte: BrOffice.org



Tags deste artigo: firefox