Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Notícias da Comunidade Firefox Brasil

17 de Julho de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

Serpro ativa Expresso em Nuvem no dia 09

7 de Dezembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Oferecer uma nuvem de comunicação integrada para os governos nas três esferas da administração pública. Essa é a missão do Expresso em Nuvem, que será lançado no dia 9 de dezembro, na sede do Serpro, em Brasília. revelou o responsável pela Coordenação da Solução Corporativa de Comunicação e Colaboração do Serpro, Marcos Melo.

Expresso


O Expresso em Nuvem será comercializado como um cardápio de serviços no qual o cliente escolherá, de forma simples, o que precisa. O modelo de cobrança será simplificado e, basicamente, se dará a partir da capacidade de armazenamento que o cliente solicitar e da quantidade de aplicativos selecionados. Essa capacidade de armazenamento dos usuários poderá variar entre Gigas a Megabytes, o que definirá o número de contas de e-mail para uma instituição.

"Caso aconteça um aumento de usuários em uma empresa, todos os dias em um período determinado, ocorrerá uma busca de recursos automática para atender à elasticidade da demanda. Ocorrendo uma falha de um hardware, começará um movimento do pool de servidores para que uma máquina possa responder e manter a atividade em funcionamento", detalhou Melo.

O ideal de convergência da comunicação de todos os governos em uma ferramenta única que reúne aplicações como E-mail, Agenda, Catálogo de Endereços, Workflow, Mensagens Instantâneas e serviço de Voz sobre IP tem como base o uso da estrutura computacional subutilizada em entidades do governo. Depois do Serpro, a próxima empresa a colaborar com o Expresso em Nuvem será a Dataprev, que poderá ser seguida de várias outras.

"Pensar em compartilhar serviços e infraestrutura do governo pode envolver instituições como a Caixa Econômica Federal e Petrobras. Mas desenvolver o sistema de bilhetagem (billing) será um desafio", comentou Melo. Outros pontos que estão recebendo atenção especial do projeto, segundo Marcos Melo, são a segurança e a remuneração pelo uso dos recursos computacionais no governo. "O primeiro passo para garantir a segurança vem do cliente, quando diz qual dado é sigiloso. Muitos não sabem detalhes dos seus dados, e primeiro precisamos saber o que temos que proteger, para depois saber como", explicou.

* fonte 1: Leia mais em Convergência Digital

* fonte 2: Leia mais em Serpro

* fonte 3: Expresso Livre



Sistemas da Celepar são usados em 3,15 milhões de eventos diários

1 de Dezembro de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Celepar

A Celepar- Companhia de Informática do Paraná, a primeira empresa pública de TI criada no Governo Ney Braga em 24 denovembro de 1964. A maior empresa de Software Livre da América Latina.

Um dia sem os serviços da Companhia de Informática do Paraná significaria que mais de 3,15 milhões de eventos deixariam de ser realizados. Entre eles a expedição de notas fiscais eletrônicas, arrecadação de ICMS, impressão de documentos de identidade e de veículos e funcionamento de sites na internet. A importância da Celepar para a administração pública estadual foi ressaltada por seu diretor-presidente José Antonio de Castro durante a reunião semanal da Escola de Governo nesta terça-feira (30).

Castro aproveitou a exposição para esclarecer sobre os investimentos que a Companhia vem realizando neste final de governo. Estão previstos investimentos de R$ 18,8 milhões, dos quais R$ 12,6 milhões são da Celepar e o restante de outros órgãos, para aquisição de servidores e softwares necessários para a continuidade dos serviços da empresa, entre eles a expedição diária das notas fiscais eletrônicas. “Todas essas compras ainda estão em processo de licitação e não há nada consumado”, salientou.

José Antonio de Castro, presidente da Celepar, durante exposição da empresa na Escola de Governo desta terça-feira. Foto: Celepar

Ao percorrer a linha do tempo da Companhia, que completou 46 anos de atividades na semana passada, Castro destacou os avanços obtidos pela mais antiga empresa de informática do país, e que é responsável por todos os serviços de desenvolvimento, hospedagem e manutenção de 850 sistemas eletrônicos distribuídos entre 111 órgãos do governo paranaense e de outros estados.

A Celepar coleciona ainda o desenvolvimento de 2,6 mil sites e portais na internet, que garantem serviços à população em várias áreas e a transparência das ações governamentais. O presidente da Celepar enfatizou também que o aumento do atendimento resultou também na duplicação dos números de funcionários que saltou de 653 em 2003 para 1094 em 2010.

Em relação à infraestrutura, a empresa evolui de 400 para 630 servidores com capacidade de armazenamento de dados de 430 terabytes. A Celepar também realiza a impressão de 30 milhões de formulários/ano, entre eles todos os documentos de identidade, certificado de registro de veículos, além de notificações diversas.

Ao final da exposição, Castro também revelou alguns números do atual Conselho de Tecnologia da Informação e Telecomunicações (COSIT), responsável pela análise dos pedidos de compra de equipamentos e serviços de tecnologia de informação e comunicação feitos pelas secretarias e demais órgãos do Estado. Do total de 2.109 processos analisados desde que a Comissão foi criada em 2004, 1.674 foram aprovados.

* fonte: Ag. Estadual de Notícias dos Paraná



Tags deste artigo: firefox