Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

 Voltar a Blog da fabs...
Tela cheia

e-drugs e o poder do som

12 de Agosto de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 611 vezes
{img src=tiki-view_blog_post_image.php?imgId=356 width= height= align=center desc= link= }

enton, resolvi escrever este pequeno post hoje porque a [http://www.google.com/profiles/113624591084547012600#buzz|Carla Betioli compartilhou no buzz] o link para um artigo sobre a nova mania da França, as e-drugs:

http://br.noticias.yahoo.com/s/11082010/40/politica-drugs-novo-fenomeno-da-internet.html

essa onda é muito doida, porque na real o que está rolando é que as pessoas estão acordando e se conscientizando cada vez mais para o fato de que o som tem um poder muito, muito grande sobre nós.

a sintonia anda tão forte que alguns meses atrás meu amigo Daniel Allegretti descobriu um livro sufi na biblioteca Vedanta e me emprestou. O livro se chama ''Music'', é de autoria de Inayat Khan e foi comprado no Kashmiri Bazaar de Lahore, Paquistão. Gostei tanto do que li que copiei e passei adiante para várias pessoas.

mas hoje descobri que os textos já estão digitalizados:

http://www.sufimessage.com/music/index.html

leitura mais que recomendada. Pena que só encontrei edições em inglês. Se alguém souber de alguma tradução para o português, por favor, avise.

aos mais céticos, recomendo antes que assistam ao filme ''Camelos Também Choram'':

http://www.contracampo.com.br/64/camelostambemchoram.htm

o filme documenta, entre outras coisas interessantes, uma cura através de música feita em um animal, ou seja, um ser que geralmente não é sucetível a placebos e muito menos a sugestões psicológicas.

agora, sobre o som e seu potencial de dar uns baratos, recomendo que se provem algumas pílulas brazucas do [el-user.php?view_user=gk|Renato Fabbri]:

http://www.estudiolivre.org/el-gallery_view.php?arquivoId=7962

eu estava em retiro espiritual a primeira vez que ouvi, ou seja, provavelmente isso potencializou ainda mais o efeito dessas simetrias sobre mim, pois o estado de vibração que senti em meu corpo perdurou por mais de 24 horas. Como diria o próprio autor, é "da hora" ;-)

.


Fonte: http://estudiolivre.org/tiki-view_blog_post.php?postId=1185

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.