Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

 Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Experiências com Sistemas Operacionais Livres III: As Distribuições Brasileiras

26 de Junho de 2014, 8:50 , por Thiago Zoroastro - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 15 vezes
Licenciado sob GNU FDL

Continuando a série "Experiências com Sistemas Operacionais", irei difundir o que existe de Distribuições GNU/Linux brasileiras.

 

Isto é importante para promover a justiça social de sistemas operacionais surgidas em âmbito do território nacional para que sejam difundidas e terem a oportunidade de expandir o número do conhecimento plico de sua existência em meio a um tempo de extremos da desinformação e falta de conhecimento da pluralidade de distribuições GNU/Linux que existem no software livre.

Nos links de referências, existe um enorme número de distribuições fossilizadas e já extintas, de pessoas que definitivamente desistiram de seus projetos, provavelmente pela falta de oportunidade para crescer. Por isso, gostaria do apoio de vocês para que possibilitem que tais tentativas de manter sistemas operacionais não caiam no ostracismo e tenham oportunidade de crescer, porque promovê-los também é uma forma de fazer justiça social com a pluralidade do GNU/Linux.

A distribuição GNU/Linux que surge como novidade e vem muito promissora é Kaiana

Kaiana

 

Como indica o nome, Kaiana usa o ambiente gráfico KDE. O KDE tem sido usado como o mais popular entre os desenvolvedores brasileiros que lançam distribuições de GNU/Linux. Existem outras distribuições brasileiras com KDE que, no histórico de todas distribuições brasileiras no DistroWatch, parece terem sido maioria, embora a lista do DistroWatch não signifique que todas, porque nem todas estão cadastradas naquele site que lista sistemas operacionais de computador disponíveis .

Existe outra distribuição brasileira de GNU/Linux excelente que é o Metamorphose Linux. Este é fantástico pelos efeitos especiais embutidos por padrão, e usa KDE imitando o Windows 7, embora não tenha K no nome:

Metamorphose Linux

 

O trabalhador do código (programador) responsável modelou os ícones da barra de baixo para fazerem a mesma função dos ícones abertos e minimizados nos quadradinhos no Windows 7. Sugiro o Metamorphose se você quiser descobrir todas as potencialidades de GNU/Linux, utilizando em um computador de, no mínimo, 2 GB de Memória RAM. Ele é rodável via Live-DVD, ou seja, roda sem instalar em seu computador via boot.

Este vídeo mostra como o Metamorphose Linux é fantástico:

http://www.youtube.com/watch?v=_eSvBStGk7M

http://www.youtube.com/watch?v=_eSvBStGk7M

 

 O antigo desenvolvedor de BigLinux é um dos grandes responsáveis pelo Kaiana, mas ele continua tendo atualizações sendo mantidas:

BigLinux

 

E o Brasil está servido de uma porção de distribuições GNU/Linux atuais em KDE. Epidemic:

Epidemic

 

BRLIX é outro que não tem tido últimas versões mas tem tido atualizações do sistema e, por isso, no DistroWatch consta como distribuição ativa:

BRLIX

 

Ekaaty e Linuxfx:

Ekaaty

 Linuxfx

 

Portanto, estamos muito servidos de KDE. Existem algumas distribuições não listadas no DistroWatch que também são notórias de serem mencionadas, como o Librix e o Litrix:

Librix

Litrix

Das que já existiam, havia mais diversidade nos ambientes gráficos.

GEOLivre:

GEOLivre

 E outras inúmeráveis distribuições brasileiras de GNU/Linux que encontra-se nos links das referências abaixo, das quais muitas delas nem existem mais, nem obtiveram reconhecimento dos meios de comunicação, muito menos alcançaram grande repercussão. Tantas importantes que não coloquei, por não existirem mais, tão curiosas quanto o GEOLivre, como o tão conhecido Kurumin, o memorável Kalango e o bonitíssimo BrDesktop verde.

É preciso, portanto, adotar uma política de economia solidária para esses sistemas operacionais tão deixados de lado pelos holofotes dos "meios de comunicação". Com o boicote das mídias, os preconceitos sobre linux e os equívocos acerca do software livre, mais do que nunca torna-se necessário buscar a verdade dos fatos.

No próximo artigo descreverei como o GNU/Linux torna-se mais fácil para os usuários que o Windows.

 

Referências

http://distros.wikispaces.com/Distribui%C3%A7%C3%B5es+Brasileiras

https://informando.wordpress.com/2008/02/12/23-distribuicoes-linux-brasileiras/

http://www.linuxdescomplicado.com.br/2011/07/as-distribuicoes-linux-brasileiras-mais.html

http://www.bloggi.com.br/2008/06/distribuies-linux-brasileiras-de-a-a-z/


Fonte: Thiago Zoroastro

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.