Ir para o conteúdo
 

Blog RSS feed

ou

 Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

O que é que o GIMP tem?

23 de Abril de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1650 vezes

No meu último post sobre o GIMP ("A última inovação do Photoshop já existia no GIMP"), o leitor Alemão perguntou:
Gravatar Alemão E as outras novas funcionalidades do photoshop? como por exemplo a de redimensionar... e também as do illustrator? como por exemplo as grid em pespectiva.

Comecei a escrever a resposta-dica como comentário naquele post, mas achei que seria bastante útil para outros que ainda não conheceram o GIMP (ao menos não de forma adequada). A idéia básica é: São tantas funcionalidades! Que tal testar? ;-)

Ao falar sobre GIMP estamos falando de um editor de imagens maduro e com pretensões de ser um editor profissional. Para muitos (como eu) o GIMP já é um editor profissional, para outros (que já entendem como ele funciona) só falta o suporte real a CMYK, o que pode ser tratado com o plugin Separate+, ou outros.

Bom, então seria impossível (ou muito chato) falar sobre tudo isso em um post. O melhor mesmo é testar e pesquisar vou ajudar os iniciantes, dando o caminho das pedras, mas não vou deixar de comentar sobre o que Alemão perguntou especificamente:

Redimensionar: Certamente ele não está falando sobre redimensionamento básico, só pra isso o GIMP já tem 4 algorítimos, ele deve estar falando do Redimensionamento Liquido (inteligente) está no plugin Redimensionamento Liquido.

flickr:2232398039 flickr:2232398095
Veja outros exemplos!

Alemão também perguntou sobre o "Grid em Perspectiva", mas o que seria isso exatamente? É o "Perspective Grid" do Freehand? Se sim, o GIMP tem algo diferente mas nos leva ao mesmo fim: Clonagem em Perspectiva.

 

Com GIMP você...

Cai de Amor
Se Anima
Melhora a Vida
Comida com HDR

e muito mais...

Então, como começar?

Primeiro entenda que o GIMP é um Software Livre, construído por uma Comunidade Internacional. O GIMP não é apresentado ou citado em revistas com a mesma frequência dos softwares proprietários similares por ser fraco, não mesmo, ele não aparece porque não existe uma empresa para promove-lo com fins comerciais. Isso não quer dizer que por isso ele não tem foco profissional, ele tem sim, porque é o interesse da comunidade de usuários e desenvolvedores.

GIMP O GIMP foi criado de forma que tudo fosse "plugavel". Praticamente tudo o que você vê nele são plugins, mas a maior parte do que você precisa já vem pré instalado. Depois que você adiciona um plugin ele se mescla a interface do GIMP como botão ou item do menu, onde for necessário, como os plugins do Firefox. Por isso é tão comum falarmos de plugins do GIMP e do Firefox, eles facilitam o acesso a funcionalidades que não são realmente úteis a todos os usuários, mas ninguém vive sem alguns deles. ;-)

Linux Para instala-lo no GNU/Linux (Debian, Ubuntu e derivados):

sudo aptitude install gimp gimp-gap gimp-plugin-registry gimp-resynthesizer gimp-texturize gimp-ufraw

Com o comando acima instalamos de uma vez o GIMP e uma ótima coleção de plugins. (gimp-plugin-registry contém vários plugins)

Windows Para instala-lo no Windows:

  1. Baixe o instalador no site do GIMP-Win;
  2. Instale-o como qualquer outro software;
  3. Baixe plugins no site que agrega a maioria deles (use a busca do site!);
  4. Leia a orientação sobre como instalar os plugins. (use o tradutor no topo da página!)

Para saber mais: (essa é a parte importante!)

Se você tem habilidade com computadores e gosta de testar versões beta, também pode procurar pelo beta da próxima versão que une toda a interface em uma janela, mais fácil pra quem é acostumado com a interface do Photoshop.


Tags deste artigo: gimp
Fonte: Aurélio A. Heckert

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.